O que são Cristais Kyber? Os cristais de energia dos sabres de luz explicado

Cristais Kyber mostrado em Andor 1ª temporada
Divulgação

Com sua primeira aparição datada em 1978 em uma história que foi escrita por Alan Dean Foster e que seria adotada como uma sequência de baixo custo de Star Wars: Uma Nova Esperança, os Cristais Kyber foram introduzidos oficialmente e canonicamente no universo  de Star Wars como um componente crucial para a criação e funcionamento dos sabres de luz.

Continua após a publicidade..

E assim, aparecendo mais notavelmente em produções da franquia como Star Wars: A Guerra dos Clones” (2008), Star Wars Rebels (2014), Rogue One: Uma História Star Wars” (2016) e mais recentemente na 1ª temporada  Andor (2022), os Cristais Kyber também já marcaram presença em jogos que expandem a exploração do universo, como Star Wars: Fallen Order” (lançado em 2018).

E assim, como uma parte essencial da história dos cavaleiros Jedi, juntamos tudo o que sabemos sobre os cristais em um só texto.

O que são os Cristais Kyber e onde encontrá-los

Cristais Kyber - Star Wars
Divulgação

Os Cristais Kyber são pequenos cristais utilizados para focar a energia dos sabres de luz dos Jedi (e Siths) – similarmente a como cristais podem focar um raio de luz. Após serem coletadas por um Jedi iniciado, eles normalmente são colocados no centro das elegantes armas escolhidas pelos Cavaleiros da força – mas não são utilizados somente para isso.

Continua após a publicidade..

Os cristais são incolores até que são sintonizados e conectados a um Jedi – quando ganham uma cor correspondente: azul ou verde, ou em casos raros, algum outro tom (como roxo e amarelo) -, e crescem dentro de um material chamado Kyberite e podem ser encontrados em vários planetas – mais notavelmente nas cavernas de gelo do planeta Ilum.

Qual a conexão dos Cristais Kyber com os Jedi?

Sabre de Luz
Divulgação

Sintonizado com a Força de uma maneira única, esse cristal se conecta a um Cavaleiro Jedi em um nível profundamente pessoal e é considerado uma extensão da consciência da Força de um Jedi. Essa conexão pode indicar um nível básico de consciência nos cristais, mas essa teoria nunca foi confirmada.

Durante o ritual de iniciação dos Padawans, os jovens Jedi da Velha República viajavam até as cavernas geladas de Ilum, onde utilizavam a Força para se guiarem até seu próprio Cristal Kyber – fato que prova ainda mais a conexão profunda entre um Cavaleiro e seu cristal.

Continua após a publicidade..

Uma vez inserido no centro do sabre de luz, a vibração que o cristal cria na lâmina ajuda os Jedi a se centralizarem e encontrarem o equilíbrio na Força – o que faz com que os Cavaleiros centrem sua atenção além das distrações que podem ser ocasionadas durante um combate.

Como os Sith modificam os cristais?

Sith - Star Wars
Divulgação

Normalmente assumindo os tons naturais de azul, verde, roxo e amarelo, os Cristais Kyber vermelhos são criados artificialmente pelos Sith. Isso acontece quando os Sith pegam os cristais dos Jedi (ou os seus próprios, no caso de Darth Vader, por exemplo) e derramam sua raiva e ódio neles, fazendo com que o cristal “sangre” e assuma a tonalidade conhecida por ser o símbolo do Lado Sombrio da Força.

Outros usos dos Cristais Kyber

Estrela da Morte - Star Wars
Divulgação

Apesar da sua função principal seja atuar como o núcleo dos sabres de luz, esses cristais também podem ser usados de outras maneiras: mais notavelmente como a fonte de energia primária as armas da Estrela da Morte.

Continua após a publicidade..

Confira também: Por que o Mapa do Maroto foi criado? Saiba mais sobre o objeto mágico de Harry Potter!

Não deixe de acompanhar todas as notícias diárias sobre filmes e séries das suas franquias favoritas no Universo Sagas. Aproveite também para seguir a nossa conta no instagram e a página do Google News.

Apaixonada por cinema e interessada nos bastidores e curiosidades por trás de filmes, games e séries, se formou em Rádio, TV e Cinema em 2017. Seu jogo favorito é The Last of Us e dentre seus títulos favoritos estão as séries 24 Horas, Friends e Bones; a saga Harry Potter; e a animação Avatar: A Lenda de Aang.