Série The Last of Us ainda irá apresentar o seu infectado mais bizarro, e você não está pronto para isso!

Imagem da primeira temporada de The Last of Us
Divulgação

Apresentando apenas alguns tipos de infectados durante a sua primeira temporada, a série The Last of Us já começou a mostrar a seus espectadores alguns dos estágios da infecção causada pelo Cordyceps. E assim, mesmo que não pareçam tão assustadores como nos jogos, os fãs já conseguiram ter uma ideia do visual de quatro estágios de evolução da infecção: os Corredores, os Perseguidores, os Estaladores e os Bloaters.

Continua após a publicidade..

No entanto, existe uma evolução bizarra que foi revelada somente em The Last of Us – Parte 2 que, se for apresentada como no jogo, promete estremecer até o espectador e fã mais preparado: o Rei dos Ratos!

O que é o Rei dos Ratos?

Imagem do Rei dos Ratos em The Last of Us - Parte 2
Divulgação

Considerado uma evolução da infecção em estágio extremamente avançado, o Rei dos Ratos é, certamente, o mais assustador dos infectados que já foi apresentado até agora pela Naughty Dog, empresa desenvolvedora dos jogos.

Classificado como o quinto estágio que um infectado por atingir, o Rei dos Ratos é extremamente raro e foi introduzido pela primeira vez durante The Last of Us – Parte 2. Ele é considerado um tipo de “super organismo” composto de diversos outros infectados em outros estágios, como os Perseguidores, os Estaladores e os Bloaters.

Continua após a publicidade..

Com uma força incrível e resiliência, ele já foi mostrado destruindo paredes, ambulâncias e provou ser capaz de sofrer grandes danos antes de morrer. No entanto, se engana quem pensa que é fácil chegar nessa vitória: ao receber uma quantidade específica de dano, alguns dos infectados entrelaçados podem se separar e, uma vez soltos, eles também podem compartilhar das características de outros estágios (por exemplo, um Perseguidor em comportamento e aparência poderia ser capaz de lançar sacos de micotoxinas como os Bloaters).

Curiosamente, esse tipo de infectado é composto por algumas das primeiras pessoas que foram infectadas pelo Cordyceps e que atingiram a marca de cerca de 25 anos de infecção. Eles geralmente são formados após ficarem em um ambiente fechado, onde os esporos e fungos espalhados fundiram um infectado à outro.

Como o Rei dos Ratos pode aparecer em The Last of Us e como as mudanças da série afetam esse infectado?

Imagem da primeira temporada de The Last of Us
Divulgação

Aparecendo durante uma das missões de Abby no jogo, o Rei dos Ratos pode ser introduzido como uma grande ameaça em algum momento em que os personagens estão explorando locais que foram selados ou isolados logo após o início da infecção do Cordyceps. Dessa maneira, a série pode seguir o mesmo enredo do jogo, levando a personagem que será vivida por Kaitlyn Dever no live-action à algum ambiente hospitalar ou colocando o infectado em níveis inferiores de locais explorados tanto pela novata, quanto até mesmo Ellie e seus amigos.

Continua após a publicidade..

Também pode te interessar:

Vale lembrar que, como estabelecido na primeira temporada, agora os infectados se comunicam por uma espécie de “mente compartilhada”. Portanto, se Abby ou qualquer outro personagem entrar no caminho do Rei dos Ratos, ele pode não somente ser uma grande ameaça por conta da sua resistência e força, como também pode adicionar um fator de terror e desespero ao ser ligado à essa rede neural compartilhada entre os infectados – podendo aumentar o perigo exponencialmente se atrair outros tipos de estágios ao local onde está.

Confira também: 12 filmes que são adaptações de peças da Broadway (do melhor ao pior)

Não deixe de acompanhar todas as notícias diárias sobre filmes e séries das suas franquias favoritas no Universo SagasAproveite também para seguir a nossa conta no instagram.

Apaixonada por cinema e interessada nos bastidores e curiosidades por trás de filmes, games e séries, se formou em Rádio, TV e Cinema em 2017. Seu jogo favorito é The Last of Us e dentre seus títulos favoritos estão as séries 24 Horas, Friends e Bones; a saga Harry Potter; e a animação Avatar: A Lenda de Aang.